4

Mãe Coruja




Dona de uns olhos de águia
e sem um pé-de-galinha,
a mãe coruja cuidava
da filha, já bem mocinha.
Desfazia-se em desvelos.
Corujava: --- Como são belos
os caracóis dos seus cabelos.

(Oliveira, R.L.Marcelo. Um Poema Puxa Outro, Cia das Letrinhas, S. Paulo, 2002)

4 comentários:

Chica disse...

Lindo póema e foto!um beijo,tuuuudo de bom,chica

Priscila Sant'Anna: disse...

Que delícia de poeminha!!

Adorei essa mãe coruja, que fala um pouco de todas nós né???

Bela dica de livro!

Marina, um prazer receber tua visita e teu comentário! volte sempre!!!

Vou te mandar o convite para o outro blog!

Bjs
Pri&Bia

Chris Ferreira disse...

LIndo Marina.
Amei.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Milka disse...

Lindas!!!

beijos pra vcs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...