7

Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima.... (parte 1 de algumas)

Deixem-me respirar fundo, sentar reta, recitar uns mantras pra ver se Tico e Teco pegam no tranco e eu consigo lembrar do que aconteceu nestes últimos tempos.

*Aniversário (parte I)

No dia 07 de outubro Ana Letícia completou 03 anos. Este ano fizemos uma festa maiorzinha, com direito a cama elástica, o brinquedo que ela mais gosta.

Eu bem queria uma festa clean, daquelas bem chiques e lindas, mas o $ ainda não está sobrando para isso.Aqui em Salvador, estas decorações são caras porque não tem muitos profissionais capacitados para promovê-las. Então o jeito foi fazer com o tradicional mesmo.

Terceirizei a decoração porque eu definitivamente não teria tempo para confeccionar o que seria necessário.  Terceirizei também os salgadinhos.

Nos sites de compra coletiva, comprei  duas tortas doces (que havia sido provada com antecedência para saber se valia a pena), duas tortas salgadas, pãezinhos de queijo. Um amigo da minha sobrinha,que é cheff de cozinha em um restaurante, fez um strogonoffe de frango. Tudo isso me rendeu uma ótima economia.

Os doces, todos simples, ficaram por minha conta (claro que contei com a ajuda das tias para enrolar).

E o resultado foi uma festa bonita, com o principal ingrediente, Ana Letícia muito feliz.


Mesa de doces- todos feitos por mim


painel principal


torta da Lili Bombons e cupcakes feitos por mim

a gatinha cor de rosa

E o que eu aprendi nestes três anos de maternidade?

Aprendi que além dos noves meses  em que ela foi carregada na minha barriga, será carregada no meu coração eternamente. Isso é fato e só agora compreendi o velho ditado da vó Dora quando dizia que quando eu fosse mãe iria entender muita coisa.

Aprendi que eu sou a melhor mãe que minha filha pode ter. Com ela eu aprendo e me melhoro. Faço o que está ao meu alcance e me enxergo limitada. Cometo erros, mas sempre busco acertar mais.

Aprendi que ser mãe de menina é uma delícia. Ver o desenvolvimento da pequena,falando,cantando,dançando e dizendo sobre os meus batons " É nosso, né mãe?" é a coisa mais gostosa do mundo. Felicidade na vida é ter com quem compartilhar presilhas de cabelo e afins.

A lista é infinita, eu poderia passar a eternidade relatando , mas resumo aqui dizendo que o aniversário foi dela, mas quem ganhou o presente fui eu: ser mãe dessa figurinha linda!

Um papel que, na verdade, nunca acaba; ser mãe estará sempre em minha vida como a experiência mais transformadora que eu  pude viver.

Beijos e obrigada pela presença sempre alegre no blog :)
5

O meu blog e eu


O Retrato Falante fez um ano mês passado.
Tinha planos de fazer posts comemorativos, um sorteio,e postar bastante no mês de setembro.
Mas acontece que nem sempre aquilo que a gente planeja se concretiza.
O que ocorre é que eu estou passando por uma fase de total falta de inspiração bloguística.
Parece mesmo que quando eu sento em frente ao notebook uma força repelente de repente aparece e surge uma baita preguiça, e o pior, uma enorme interrogação sobre o que e como escrever.
Não sei mesmo o que aconteceu... Adoro o blog e aqui fiz amizades muito lindas. Me sinto bem feliz em saber que muitas amigas e amigos sentem saudades de mim, de Leti e dos posts, mandando recadinhos e me dando "aquela força".
Aqui consegui encontrar respostas para tantas dúvidas, consolo para tantos outros acidentes de percurso, referências de maternidade e paternidade ativa. E não quero deixar de escrever, não quero deixar de participar deste universo tão complicado mas ao mesmo tempo tão fascinante.
Netses últimos meses aconteceram muitas coisas.
Prometo que volto aqui muito em breve, ainda esta semana, para contar as novidades.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...