11

Muito curta


Ai gente, estou vivendo uma semana de inferno astral.
Moro bemmmmmmm perto de minha mãe, e uma de minhas irmãs está aqui , com a filha de 3 anos.
O caso é que as duas ( Ana Letícia e a prima) só vivem brigando. Se batem, se mordem, a gente não pode virar o olho um segundo que a coisa fica séria mesmo. Minha irmã tem o mau hábito de bater na filha, mas eu não considero que bater seja a solução
Quando Leti faz algo errado, tento conversar, mas minha irmã não entende.
Acha que estou protegendo a minha filha. Aí as discussões se alongam.
Além do mais, não se tem um minuto de sossego em casa, pois é grito pra todos os lados, sobem em cama para pular, além de brigar o tempo todo, se mordem e se batem.
Passei aqui para desabafar com vocês, já que por aqui não há diálogo.
Beijos e fiquem com Deus.

11 comentários:

Beca Bricio - Mulher que pariu disse...

Aff, que chatice isso!!
Você educa a sua filha de uma maneira muito legal, pois bater, gritar não adianta de nada e o diálogo é a base de uma relação estruturada e de confiança.

Infelizmente as pessoas nos criticam por nossos atos!!

Mas deve ser uma fase!
bjão

MEUS FILHOS MINHA VIDA disse...

Marina, quando o Pedro era pequeno eu bati nele,mas hoje mais experiente não bato na Clara e o Pedro já esta grade.

eu moro no mesmo prédio da minha sogra e passo o mesmo que você qdo. minha sobrinha vai em casa ou na minha sogra,fco nervosa, mas espero que qdo.as meninas crescerem isso melhore!

bom fim de semana

beijos

Mariza disse...

Ah Mari, que coisa mais chata! se quiser, pode vir pra cá e ficar o tempo que quiser.
Beijos

Thais Scavassa disse...

ixi que situaçao, quanto a bater em crianças tbm nao acho certo e mesmo que ela ache que voce esta protegende a leti, continua com a educaçao que voce dá.
Sobre primos o dudu tem um primo 2 meses mais novo o tutu, no começo eles brigavam muito, agente dava bola e a coisa piorava, dai começamos a deixar a briga e so separava quando era algo q poderia realmente machucar, dai ficamos incentivando o carinho, o abraço e dividir as coisas, por enquanto ta funcionando bem, mais criança é assim mesmo briga por tudo... respira fundo e paciencia... bjus

Silvia Azevedo disse...

Puxa... que chato, Marina! Também não acredito que NENHUM tipo de palmada resolva. Imagino como deve estar sendo difícil. Mas estamos por aqui. Qualquer coisa é só chamar! :)

Ah! E se tiver um tempinho, passa lá no blog: tem promoção!!!

http://umapitadadecadacoisa.blogspot.com/2010/12/uma-pitada-de-promocao-1-sorteio-do.html

Bjs!

Silvia Azevedo

Beatriz Zogaib disse...

Oi Marina, concordo com vc! Bater não adianta, conversar sim... Escrevi sobre isso há um tempo atrás. Se quiser ler para te confortar é o post "Disciplina, com amor e intuição".
Mas e aí? O que vai fazer? Que tal tentar contornar a situação com atividades diferentes, colocando um filminho?
Boa sorte!
Bjos
Bia (www.vidadamami.blogspot.com)

Mãe Mochileira,filho malinha.. disse...

Oi Mari..
nossa, vc deve ta uma pilha mesmo einh,com essa situação...
por aqui é semelhante,meu filho briga mt com a prima mais nova,so q tb n bato no meu filho,e meu irmao tb n bate na filha...mas ele tb é demais,deixa ela fazer tuuudo,ela n tem limites,ai tb complica...
os dois juntos sempre da uma confusao, e pior q n posso falar nada...
;-(
é complicada essas coisas na familia ne??
tomara q essa "tempestade" passe logo ai..beijokas,otimo fim de semana!!!
;-)

Karine e Rafinha! disse...

Puxa Ma, que dificil..o pior é que é familia e sempre quando vamos falar dizem qu queremos ser melhores não é? Paciência e oração..rsss...bjs

Coisa de Mãe disse...

Ai Mari, que chato mesmo!!! De vez em quando as meninas aqui brigam com a prima, mas não chegam ao ponto de baterem ou morderem não. E deve ser mesmo difícil administrar as brigas...

Olha, mas acho certíssimo vc manter a conversa, pois não é batendo que se educa! Continue firme, com paciência, pois nao tem nada melhor do que a convera olho no olho!

Beijos!!!

Ivana

Confissões de uma mãe de primeira viagem disse...

Oi, desculpa o sumiço, o guri ficou doentinho e fiquei quase sem tempo para me atualizar

Que chato hein Mari, nessas horas agradeço por minha irmã morar longe...rsrs
quer dizer, ela ainda não tem filho, mas ela desaprova a maioria das coisas que eu sigo...enfim, com certeza nós bateriamos de frente em muitas questões e uma delas seria a criação de um filho,
Mas eu colocaria o meu ponto de vista sob pauta com ela sabe, o melhor que tem é conversar mesmo, se ela não se agradar fale que a filha é sua, e você educa da maneira que quer.
bjs

Chris Ferreira disse...

Oi Marina,
como cheguei atrasada já sei que o seu nferno astral passou né?

Também concordo que não é batendo que se resolve. Pelo contrário pode deixar as crinaças mais irritadas e agressivas. E aí vão acabar bringando mais ainda.

Ainda bem que já passou.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...