1

De mãos dadas é mais gostoso

Ontem de manhã quando estava indo trabalhar vi uma cena interessante. Comum desde sempre, mas que só me chamou a atenção verdadeiramente depois que me tornei mãe.
Uma mãe estava levando seu filho para a escola. Segurava a mochila da criança , que aparentava ter uns 5 anos. Ela andava na frente, e o filho, atrás. Ela caminhava livremente, como se ninguém a acompanhasse. Por alguns instantes, vi o menino perguntando algo que não foi respondido, enquanto apressava o passo para ver se alcançava a mãe.
Aquilo me chocou! Andar de mãos dadas, lado a lado, é um ato carregado de simbolismo.
É o máximo da confiança que pode haver entre duas pessoas – você não pega na mão de qualquer um por aí e sai andando.Muito menos faz par com alguém que você não tenha intimidade!
Imagine então quando esta simbologia diz respeito a mãe filho!
Fiquei pensando o que se passa na cabeça daquela mãe e daquele filho. Que relação se estabelece diariamente, que exemplo está sendo dado. Quanto de afeto estaria sendo desperdiçado. Quanto de intimidade estaria sendo perdida. Quando de diálogo estaria passando despercebido.
Percebi com esta imagem de ontem que, para manter uma relação ( seja ela qual for, de mãe e filho, marido e mulher, etc) só mesmo de mãos muito dadas mesmo.
A vida está acontecendo o tempo todo! Pessoas morrem, se engalfinham, ficam tristes, chegam tempestades, mas se uma mãe ou pai tem amor suficiente por seus filhos e encaram esta responsabilidade com satisfação, e os filhos conseguem enxergar em nós alguém que realmente se importa, que está ali para o que der e vier, então tudo valerá a pena e andar de mãos dadas será um exercício de amizade e confiança mútuos.

**********

RESPOSTA AOS COMENTÁRIOS
1 Olá meninas, é isso aí! Ganhei o prêmio do sorteio da Jo Gaúcha. A sorte também passa por aqui. Quando os prêmios chegarem compartilho com todas.
2. Lilian, obrigada pela retribuição da visita. Passe aqui mais vezes.

1 comentários:

Cláudia Leite disse...

Nossa Má, realmente algumas coisas passamos a dar conta quando nos tronamos mães... ha, porque já em considero mãe tah! rs
Penso como algumas de minhas próprias colegas tratam seus filhos e espero não fazer certas coisas e não comenter os mesmo erros...
Mesmo com o dia difícil devemos nos lembrar o que realmente vale à pena nessa vida.
Adorei teu post.

bjo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...