2

Fotos recentes de uma antiga amizade


Meu Nego Bom

Tia Marylene, umas das vovós de Leti

 A caminho de um restaurante em Lauro de Freitas,no dia 24 de setembro pedi para Alexandre desviar um pouco o caminho para, depois de mais ou menos 4 anos,  passar na casa de Adinelson (vulgo Giunino) para que eu pudesse revê-lo. Tanto tempo de distância e muitas coisas acontecidas em nossas vidas, que nos proporcionaram este tempo de pausa um do outro, risos.
Que surpresa dele quando me viu, e que saudade imensa eu estava sentindo. Abraçamo-nos como a tempo não fazíamos.
Conheci Adinelson em 1999, quando entravámos na faculdade. Juntos, cursamos Pedagogia, fizemos muitos trabalhos,fizemos algumas farras, discutimos, brigamos, rimos, choramos, contamos segredos um ao outro, viajamos, demos vivas ao Ano Novo, festejamos alguns de nossos aniversários, admiramos o pôr do sol e só não o víamos nascer porque nossas conversas eram tão longas que, enquanto o mundo inteiro acordava, era quando a gente ia dormir.
Uma verdadeira amizade sobrevive ao tempo e a distância. Naquele dia, percebi a veracidade da frase que diz que " a amizade é um amor que nunca morre". 
Quando construimos uma amizade sólida, mesmo ficando anos sem conversar com aquele amigo, continuamos amando ele, guardando boas recordações e no momento que nos encontramos conversamos como se tivéssemos visto ele na semana anterior. 
Amigo, você mora no meu coração!!!!!!!!!!!!!!!!!!

2 comentários:

Chris Ferreira disse...

Oi MArina,
amigos sao tudo de bom, né?
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Manu Paz disse...

Q bela amizade!! Menina quer dizer q vc mora em Salvador? Eu nem sabia... Moro bem pertinho daí

Abraços

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...