1

Da série: para isto não existe Mastercard

Depois de um feriadão nosso corpo se acostuma com o descanso e voltar à rotina do trabalho não é lá muito fácil.
Pois que ontem Mamãe chegou em casa muito cansada. Vontade louca de ir para a cama mais cedo, descansar e só acordar no dia seguinte.
Mas Filhinha estava numa agitação só: brinca daqui, mexe ali, dá comida aos peixinhos no aquário, desenha, pega as roupinhas na gaveta do guarda roupa, brinca de estender tudo no berço, coloca tudo na gaveta de novo, num vai e vem que cansa só de pensar de novo.
Mamãe cansadérrima sugere:
---- Meu doce, vamos dormir. Está na hora de crianças irem pra cama.
Filhinha (mais parece que já tem 5 anos) responde um sonoro  "Agoia não, mamãe".
Mamãe então se finge de zangada e diz que está de mal com a filha.
2 minutos depois, filhinha para, olha para a mamãe e diz:
-----Mamãe, dizer coisa, ouvido.
Mamãe se abaixa e coloca a sua orelha perto da boca da filha, que num susurro delicioso, derrama:
-----Leti ama mamãe.

*********************************************************************************

A minha filha enfeita a minha vida. Enche de luz minha existência.
Ana Letícia me ensina a cada dia a conhecer o que é o AMOR.
É por isso que falo dela: para festejá-la, sempre!
Porque não tem dinheiro no mundo que pague estas lembranças.

1 comentários:

Mariza disse...

Ai Mari, que coisa mais linda! Fiquei imaginando a cena. Não tem dinheiro que pague não é mesmo? Falando em dinheiro, hoje no hospital(veja meu post depois) um senhor queria comprar Arthur. Pode? rsrsrsrsrs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...