13

Socorro! Raptaram minha filha!


Cadê aquela menina dócil e linda que eu tinha?
Cadê aquela garotinha meiga, que obedecia, que dormia nos horários, que deixava escovar os dentes, que comia, que só chorava por motivo verdadeiro?

Raptaram!

E deixaram no lugar uma menina chata, chorona, escandalosa, que não sente sono,que não sente fome, que chora pra dormir, que chora pra comer, que chora pra acordar, que chora pra vestir a calcinha, que chora porque não q:uer o vestido, que chora porque faz sol, que chora porque chove, que chora porque a gente brinca, que chora porque não brinca, que chora se não é levada ao colo, que chora se é levada ao colo... ad infinitum...........................................................

Essa menina que deixaram aqui na minha casa só me lembra um poema da Cecília Meireles:

Uma palmada bem dada
 
É a menina manhosa
que não gosta da rosa,
que não quer a borboleta
porque é amarela e preta,
que não quer maçã nem pêra
porque tem gosto de cera,
que não toma leite,
porque lhe parece azeite,
que mingau não toma,
porque é mesmo goma,
que não almoça nem janta
porque cansa a garganta,
que tem medo do gato,
e também do rato,
e também do cão
e também do ladrão,
que não calça meia
porque dentro tem areia,
que não toma banho frio
porque sente arrepio,
que não toma banho quente
porque calor sente,
que a unha não corta,
porque sempre fica torta,
que não escova os dentes,
porque ficam dormentes,
que não quer dormir cedo,
porque sente imenso medo;
que também tarde não dorme,
porque sente um medo enorme,
que não quer festa nem beijo
nem doce nem queijo...
Ó menina levada,
Quer uma palmada?
Uma palmada bem dada
Para quem não quer nada!

Pode até parecer brincadeira, exagero, mas esta é a mais pura verdade.
Tenho lido inúmeros artigos, ouvido conselhos, lido blogs amigos. Fico extasiada quando ouço os relatos de mães que demosntram saber lidar com esta situação com tamanha sabedoria.
Tenho tentado me equilibrar ao máximo, mas esta rotina tem me deixado exausta.
Esses terríveis dois anos chegaram por aqui de forma avassaladora, querendo acabar com toda dose de paciência que ainda restava na mamãe aqui.
O pior de tudo, é na hora de dar o limite. Trabalho o dia inteiro, e como ela está um terrorzinho, quando chego em casa passo todo o tempo reclamando, ora porque sobe na cadeira e senta na mesa, ou abre a geladeira e deixa aberta e quer ficar olhando o que tem lá dentro, ou tira todas as roupas da gaveta.
Já fiz um tudo: sento, brinco, tiro 2 horas e meia somente para brincar com ela. Tento botar pra dormir às 22, no máximo.
Nada tem adiantado. E hoje me peguei rezando pra que outubro e os três anos logo chegassem!

Bem que a mesma entidade que raptou minha filha podia me levar também , né não?


Oh! Oh! Oh! Seu Moço!
Do Disco Voador
Me leve com você
Prá onde você for............

13 comentários:

Chris Ferreira disse...

Oi Marina,
é assim mesmo. As vezes parecem que raptaram os nossos anjinhos e fizeram um troca.

Adorei o poema.

Eu postei o sobre o livro que você nos deu. Amamos a leitura, adorei receber o carinho. E como boa leitura deve ser divulgada, espalhada, enviei para a Daniana que mora em Vitória da Conquista.
Achei legal fazer circular essa energia.

Muito obrigada pelo carinho.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Rafaela Zelenski disse...

Oi Marina, infelismente a fase anjinho dos nosso filhos passam...mas logo eles crescem criam a sua familia e dão o devido valor aos pais, que tanto responderam, deixaram preocupados, nervosos, tristi, mas fazer o que né, a gente ama e vai continuar amando seja como for...fica tristi não...logo sua filhota melhora...

bjokas da Rafa!!!
soumaeemecuido.blogspot.com

✿ chica disse...

Tive que rir...E não espera mudanças logo...Isso acontece ,mas passa, passa messssssmo!

Depois poderás rir disso tudo junto com ela! beijos,lindo domingo e sem stresss,rsrs chica(sei bem como é isso...tive 4 dilhos em 5 anos...Podes imaginar!!!)

Dani disse...

Como ainda não passei por isso, só posso dar um conselho: Paciência que passa!


Grande beijo,

Dani

Paloma Gavazza disse...

Menina aqui em casa está a mesma coisa! os dois anos tb chegaram com tudo! é um chororô o dia todo, não tem quem aguente.
tb não vejo a hora de passar, pq não sou tãããão paciente assim pra aguentar tranquila rsrsrsrs bjs!

Paloma Gavazza

www.vivendoemerecriando.blogpot.com

Paty Fortunato disse...

Rs...adorei o poema.
Oh fase hein? aff!! rs

Amiga, acabei de lançar um sorteio lá no blog, vai lá participar!

Beijocas!

Confissões de uma mãe de primeira viagem disse...

rsrsrs ai marina, tô rindo, mas ao mesmo tempo chorando por saber que ainda vem tudo isso pela frente pra mim...rs
se hoje Bryan já dá sinais de que vai fazer uma manha danada quando for mais velho, nem quero imaginar o auge dos seus 2 anos!!!
bjos

e o sorteio? o que deu? eu fiz o cadastro lá na loja e te mandei e-mail

gisele.artes disse...

Oi. Isso passa, parece q náo vai, mas passa. Os dois anos do Cássio foram beeeeem pior q os da Cecília!!! Não tinha santo q fizesse o Cássio comer, beber, dormir, sorrir... e eu tava grávida da Cecília, então sofria em dobro... Agente vira reclaMÃES!!! Só sai reclamação da nossa boca!!!
É fase, é fase... a menina linda e querida ainda está lá, é só dar tempo q ela reaparece!!!

bjáo, gi

Loreto disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Não pude deixar de rir...de puro nervoso porque a minha filha tem quase 12 anos e acredite ela não chora mais berra a plenos pulmões praticamente pelos mesmos motivos da sua. Logo...acho que não passa não e ainda piora...dale ch´´a de camomila, e vamo qu vamo kkkkkkkkkk.

Naiara Krauspenhar disse...

Menina, quando li o titulo do post no meu blogroll assistei de veradde... rs

Ai menina, aqui foi mais ou menos assim viu? Passou, mas volta e meia aparecem episódios isolados ainda de me levar a loucura.

Paciencia, paciencia é nosso mantra.. rs

Bjooooooooo

Ivana - coisademae disse...

Ai marina, sei que vc está cansada de ouvir, mas paciência é a palavra chave. Conta até dez, respira fundo e segue adiante!

Tô na torcida pra que tudo melhore!

Bjos1

Lu Azevedo disse...

Ai querida amiga, desde o seu post da menina escandalosa que venho querendo te escrever. Olha, se te serve de consolo, aqui em casa tá igual, viu? E tambem venho sonhando com o mês de outubro, rsrs... como se uma vez que eles fazem 3 as birras sumissem como mágica, né? hahaha

Querida, paciencia, dizem que passa, vamos acreditar, né? Aqui, os passeios ao ar livre tem ajudado um pouco, mas tem dia que fico totalmente louca com as requisições dele. E daí fico encima do muro pra saber se é hora de ceder, ou hora de impor limite. Não é fácil mesmo.

Um grande abraço solidário pra você,

Lu

Ana disse...

Rs. Mas tá vendo? Até a Cecilia passou por isso. Kkkk
Tentar fazer meditação com o mantra: Vai passar, vai passar.
Beijos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...